Quinta-feira 28 de Outubro, 2021
pesquisa
# # # # # # # # # #
#
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Notícias



Músicos consagrados sobem ao palco com 200 jovens para 10 concertos de Canto ao Desafio no Alto Minho
2021-10-08


Arranca já este domingo, dia 10 de outubro, uma série 10 concertos que vão mostrar, em cada um dos concelhos do Alto Minho, os novos talentos do Canto ao Desafio, também denominado de Desgarrada. Em causa estão um total de cerca de 200 jovens da região, na sua maioria entre os 10 e os 12 anos, que depois de terem sido alvo de ações de capacitação, liderado pelo cantador Augusto Canário, vão agora mostrar aquilo que aprenderam sobre este que é um dos principais ícones do património cultural imaterial do Alto Minho. Assim, entre 10 de outubro e 21 de novembro, consagrados repentistas vão contracenar com os novos talentos captados por este projeto, denominado “De Repente, Canta a Gente”.

É no auditório da Casa da Cultura de Melgaço, pelas 16h00 deste domingo, que os veteranos e bem conhecidos do público Augusto Canário, Armando Ferreira, Arnaldo Fundinho vão partilhar o palco com alguns daqueles que serão o futuro da Desgarrada. Os jovens serão, assim, desafiados a cantar quadras soltas sobre os quais os cantadores profissionais vão improvisar. Em causa está a iniciativa “De Repente, Canta a Gente”, que consiste num programa inédito de captação de talentos que pretende divulgar e ensinar aos jovens da região esta forma de canto tradicional. O projeto é promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) e cofinanciado pelo Norte 2020 – Programa Operacional Regional do Norte, através do FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional), e a sua ação envolve os concelhos de Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

Os concertos, um por cada concelho do Alto Minho, vão decorrer até 21 de novembro (ver tabela em baixo com o Calendário), sendo que ainda nesse último mês, terão lugar dois grandes eventos: uma conferência e um concerto final, ambos no Centro Cultural de Viana do Castelo, que reunirão um conjunto alargado de cantadores e especialistas em repentismo oriundos de várias regiões do país, que serão desafiados a cantar quadras soltas. A entrada nos concertos é gratuita, mas sujeita a reserva prévia de bilhete(s). Para o concerto em Melgaço é necessário reservar bilhete(s) através do seguinte contacto 251 410 060 – Casa da Cultura. Os lugares são limitados à capacidade do auditório.

Recorde-se que a iniciativa teve início em dezembro de 2020, altura em que um conjunto de repentistas consagrados, liderado pelo cantador Augusto Canário – que esteve presente em todas as iniciativas – realizou 58 ações de capacitação junto das comunidades escolares e culturais de 10 municípios da região.  O objetivo passou por captar e dar palco aos melhores talentos. De sublinhar que foram mais de 400 jovens do Alto Minho, na sua maioria alunos do 5º e do 6º ano de escolaridade, que participaram nestas ações de capacitação, onde tiveram a oportunidade de aprender as principais características daquele que é um dos principais ícones do património cultural imaterial do Alto Minho: o Canto ao Desafio. Desses, cerca de 200 estudantes permaneceram envolvidos na produção de quadras e que, agora, nesta série de concerto finais, pretendem mostrar o que valem na Desgarrada.

O projeto, que se realiza entre dezembro de 2020 e novembro de 2021, tem como principal alvo as comunidades escolares e culturais e o seu programa foi, desde o início, completa e permanentemente ajustado às diretivas da Direção-Geral da Saúde em contexto de pandemia, com grande aposta no digital. Em causa está o facto de grande parte da iniciativa poder ser realizada no site oficial, em https://derepentecantaagente.pt, onde num total de 58 ações de capacitação, 21 foram online e nas 37 ações presenciais, a equipa esteve sempre munida de acrílicos e outros materiais de proteção, tendo contado com colaboração dos 26 professores cooperantes envolvidos no projeto. 




Os nossos sites