Sexta-feira 26 de Fevereiro, 2021
pesquisa
# # # # # # # # # #
#
Destaques
Formulário de pré-adesão e actualização de dados
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Notícias



Alto Minho reforça aposta estratégica no Turismo Sustentável
2021-02-11



Almejando dar continuidade ao processo de reavaliação do galardão CETS Alto Minho, atribuído pela Federação EUROPARC, em 2015, ao Alto Minho, teve lugar, nos dias 9 e 10 de fevereiro, o Fórum Permanente da Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS) do Alto Minho.

Esta iniciativa, que decorreu em ambiente virtual em virtude das atuais restrições e condicionamentos decorrentes das medidas de prevenção e resposta à pandemia da doença COVID-19, mobilizou aproximadamente meia centena de pessoas (representantes dos sectores público e privado) que, partilhando opiniões, saberes e experiências, contribuíram ativamente para enriquecer e enaltecer o debate em torno da temática do turismo sustentável e para a preparação do novo Plano de Ação 2021-2024.

No primeiro dia de trabalhos, a representante da Carta Europeia de Turismo Sustentável da Federação EUROPARC, Teresa Pastor, apresentou a nova estratégia e as iniciativas CETS; o consultor Paulo Castro, expôs as principais conclusões do processo de avaliação do Plano de Ação 2015- 2019 (+2020) e, em sessões de trabalho paralelas, os participantes do Fórum discutiram e validaram as ofertas turísticas da nova Estratégia e Plano de Ação 2021-2024. 

No segundo dia de trabalhos e após, em sessões de trabalho paralelas, os participantes terem debatido e validado as áreas temáticas da nova Estratégia e Plano de Ação 2021-2024, Amanda Guzmán, em representação da Associação de Ecoturismo em Espanha, apresentou o ponto de situação da Fase II da CETS e a Estratégia do Ecoturismo em Espanha e, 11 empresários do Alto Minho, os primeiros a ser reconhecidos com a Fase II da CETS em Portugal, apresentaram-se e deram a conhecer a respetiva estratégia de atuação em matéria de turismo sustentável.

Aquando da sessão de encerramento, o presidente da CIM Alto Minho, José Maria Costa, defendeu que “o Alto Minho está sintonizado com o turismo do futuro” e destacou o facto do Alto Minho ser uma das regiões nacionais e europeias de elevada qualidade e diversidade ambiental, tendo mesmo o privilégio de ter, no seu território, parte importante do único parque nacional do país: o Parque Nacional da Peneda-Gerês. Mais referiu que “a atual situação pandémica e os novos desafios que são colocados ao turismo estão em linha com as apostas que a CIM Alto Minho e os dez municípios têm vindo a fazer nos últimos anos: a aposta no turismo de natureza, a aposta na sustentabilidade de recursos e a aposta na valorização da paisagem” e terminou agradecendo e sublinhando o papel de todos os atores públicos e privados que, ao longo dos últimos seis anos, têm desenvolvido iniciativas e projetos de valorização e qualificação da oferta turística de excelência ambiental no Alto Minho.


Os nossos sites