Quinta-feira 18 de Outubro, 2018
pesquisa
# # # # # # # # # #
#
Destaques
Apresentações disponíveis.
Inscrições e datas do ciclo das ações de capacitação.
20 de outubro, Melgaço. Programa e inscrições.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Notícias



Alto Minho 2030: CIM Alto Minho, em dia de aniversário, promove debate sobre a estratégia futura para a região


No dia em que celebra o seu décimo aniversário, no próximo dia 15 de outubro de 2018, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) dá sequência, em parceria com os principais atores regionais, ao processo de preparação da Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial “Alto Minho 2030”, através da realização do seminário "Alto Minho 2030: Balanço 2014-2020 & Novos Desafios". O objetivo é promover o debate e a reflexão coletiva sobre a visão, as prioridades de desenvolvimento e as principais iniciativas/projetos a concretizar neste espaço regional no horizonte 2030. 

Esta iniciativa, que irá decorrer, a partir das 09h30, nas instalações da Fundação Bienal de Cerveira, terá o seguinte formato: durante a manhã haverá dois painéis em sessão plenária, para a apresentação e o enquadramento das Políticas de Desenvolvimento Regional na União Europeia pós 2020, de acordo com as perspetivas europeia, nacional e territorial; e, durante a tarde, cinco grupos de trabalho temáticos/ sessões paralelas, organizados de acordo com os seguintes temas: “Um Alto Minho mais inteligente”, “Um Alto Minho mais verde e hipocarbónico”, “Um Alto Minho mais conectado”, “Um Alto Minho mais inclusivo” e “Um Alto Minho mais próximo”. Pretende-se com estas sessões sistematizar um primeiro diagnóstico sintético em cada um dos cinco domínios temáticos definidos para o próximo quadro financeiro plurianual, relativo ao apoio do FEDER e do Fundo de Coesão, e debater as prioridades e iniciativas-âncora a integrar no Plano de Ação “Alto Minho 2030”. 

Relativamente ao programa, a sessão de abertura será presidida por José Maria Costa, presidente da CIM Alto Minho; Fernando Nogueira, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira; e Nelson Souza, secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão. Os dois painéis da manhã contam com as intervenções de Teresa Sá Marques, coordenadora técnica do PNPOT (Universidade do Porto); José Pimenta Machado, vice-presidente do Conselho Diretivo da Agência Portuguesa do Ambiente; Júlio Pereira, secretário executivo da CIM Alto Minho; e Augusto Mateus, coordenador da Estratégia Alto Minho 2020. A moderação ficará a cargo de Jorge Mendes, presidente da Câmara Municipal de Valença; e Rui Solheiro, secretário-geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses.

Para os painéis da tarde estão já confirmadas as presenças de reconhecidos especialistas nas áreas temáticas em apreço, de entidades públicas, do sector empresarial e académico. Assim, no painel “Um Alto Minho mais inteligente” serão oradores Rui Teixeira, presidente do Politécnico de Viana do Castelo; Luís Ceia, presidente da CEVAL - Confederação Empresarial do Alto Minho; Luis Reis, da AICEP; Miguel Sá Pinto, vogal do Conselho Diretivo do IAPMEI; e Melchior Moreira, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal. No painel “Um Alto Minho mais verde” estarão presentes Arlindo Cunha; Fernanda Lacerda, das Águas do Norte; Inês Costa, adjunta do Gabinete do Ministro do Ambiente; Sandra Estevens, da AREA Alto Minho; Emanuel Oliveira; e Bruno Caldas, da CIM Alto Minho; enquanto que no painel “Um Alto Minho mais conectado” destacam-se as presenças de Luís Braga da Cruz; Ricardo Sousa, da CCDRN; Ricardo Salgado, da MINHOCOM; e Joaquim Gonçalves, administrador da APDL - Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo. Francisco Rodrigues de Araújo, ex-Presidente do Conselho Regional do Norte; Cristina Oliveira, diretora da Segurança Social do Centro Distrital de Viana do Castelo; António Franklim Ramos, presidente do Conselho de Administração da ULSAM; António Leite, delegado regional do IEFP Norte; e José Mesquita, delegado regional da DGESTE Norte, serão os oradores do painel “Um Alto Minho mais inclusivo”. Por fim, no painel “Um Alto Minho mais próximo”, estão confirmadas as presenças de Carlos Duarte; Paulo Queiroz, coordenador técnico do PROVERE Minho IN; Adelaide Inácio, diretora de Serviços de Investimento da DRAPN; Álvaro Campelo, docente da Universidade Fernando Pessoa e vice-presidente do Centro Cultural do Alto Minho; e Fernando Cabodeira, investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho. Os diversos painéis serão moderados pelos presidentes dos municípios do Alto Minho. O presidente do Conselho Regional do Norte, Miguel Alves, fará o encerramento da sessão.

O programa completo do seminário e o formulário de inscrição sobre a iniciativa “Alto Minho 2030” encontram-se disponíveis em http://www.cim-altominho.pt/gca/index.php?id=1310. A inscrição é gratuita.

Refira-se que a CIM Alto Minho foi constituída a 15 de outubro de 2008, ao abrigo da Lei n.º 45/2008, de 27 de Agosto, tendo por base um novo contexto territorial, resultado da reorganização das NUT III, que alterou o modelo de intervenção intermunicipal. Tratou-se das primeiras comunidades a serem criadas no país, herdando o profícuo trabalho de associativismo municipal iniciado pelas associações que a antecederam (a Comunidade Urbana Valimar e a Comunidade Intermunicipal do Vale do Minho), bem como pelos Gabinetes de Apoio Técnico dos vales do Minho e Lima. A sua constituição assentou precisamente numa visão de parceria estratégica intermunicipal, no sentido de dar resposta a novas realidades e de promover e canalizar projetos estruturantes para o conjunto dos dez municípios do Alto Minho.



Os nossos sites