Sábado 07 de Dezembro, 2019
pesquisa
# # # # # # # # # #
#
Destaques
Apresentações dos oradores disponíveis aqui.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Notícias



CIM Alto Minho lança publicações sobre “Lendas do Alto Minho” e “Educação Empreendedora”


Foram apresentadas no passado dia 1 de dezembro, em Ponte de Lima, duas novas publicações da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), integradas na sua Estratégia “Alto Minho 2020”: o livro “Lendas do Alto Minho” e o manual de “Educação Empreendedora: Caminhos para a concretização de sonhos”.

“Lendas do Alto Minho” é um livro de literatura infanto-juvenil, baseado em algumas das mais extraordinárias lendas e narrativas populares originárias dos dez concelhos do Alto Minho, adaptadas por Isabel Castro e ilustradas pelo pintor Carlos Basto. Um objeto lúdico e educativo que, segundo o presidente da CIM, José Maria Costa, promove a valorização do capital simbólico e identitário do Alto Minho e a sua preservação e continuidade através das gerações mais novas.

Isabel Castro sublinhou que, na adaptação das lendas, houve a preocupação de simplificar a linguagem, de forma a torná-la percetível ao público-alvo, e de ser fiel aos pormenores históricos, ao mesmo tempo que procurou valorizar a dimensão humana, enfatizando os valores mais importantes no desenvolvimento da educação da criança. A sua leitura irá, certamente, cativar e despertar a curiosidade dos mais novos, estimulando-os a conhecer e a aprender um pouco mais sobre as histórias que permanecem na memória coletiva das gentes do Alto Minho.

O manual de “Educação Empreendedora: caminhos para a concretização de sonhos”, apresentado pela docente da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESE-IPVC), Lina Fonseca, é o resultado de um projeto conjunto que envolveu a CIM, a ESE-IPVC e o Centro Educativo Alice Nabeiro (CEAN). Estas instituições, diversas na sua natureza, ousaram estabelecer uma parceria de colaboração, no sentido de proporcionar o desenvolvimento de capacidades empreendedoras em crianças dos 3 aos 12 anos de idade, da região do Alto Minho, surgindo desta forma o projeto educativo – “Educação para o Empreendedorismo”.

De acordo com Lina Fonseca, o objetivo direto deste projeto não é preparar as crianças para que venham a ser “empresários”, mas incutir-lhes determinadas competências e atitudes empreendedoras desde os primeiros anos da escolaridade obrigatória, como a capacidade de comunicar e de persuadir, de identificar necessidades e de resolver conflitos, de trabalhar em equipa, de aproveitar oportunidades e criar valor, etc., competências que qualquer cidadão deverá desenvolver para ser ativo, participativo e crítico. 

Este projeto, considerado exemplo de boa prática pela Comissão Europeia e reconhecido pela OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico como “estudo de caso”, foi aplicado em 13 agrupamentos escolares do Alto Minho, envolvendo 35 escolas, 54 professores e 1268 alunos. Para José Maria Costa, este foi um trabalho muito importante pois permite que os professores tenham mais instrumentos pedagógicos para a promoção do empreendedorismo em contexto escolar. A intenção da CIM é alargar futuramente a metodologia deste projeto a mais escolas do Alto Minho.

Estas duas publicações serão, agora, distribuídas pelos agrupamentos escolares e pelas instituições que colaboram com a CIM Alto Minho.



Os nossos sites