Quinta-feira 27 de Junho, 2019
pesquisa
# # # # # # # # # #
#
Destaques
"Por um Alto Minho mais inclusivo". 2 JUL - Melgaço
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Notícias



Filme “Gerês- Xurés - Parque da Biosfera Transfronteiriça” foi um dos vencedores do ART&TUR




O filme “Gerês-Xurés - Parque da Biosfera Transfronteiriça”, da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), acaba de ganhar um dos mais importantes prémios do ART&TUR - Festival Internacional de Cinema Turístico. O anúncio foi feito no sábado passado, no Porto, tendo o filme promocional do Gerês-Xurés ganho o primeiro prémio na categoria temática “Turismo Desportivo e Ativo”, por decisão de um júri internacional. O troféu atribuído foi um Galo de Barcelos personalizado.

No nicho do cinema turístico, o Festival ART&TUR é um dos mais prestigiados certames a nível mundial e nesta 7ª edição participaram quase duas centenas de filmes oriundos de 37 países, distribuídos por diversas categorias, que foram avaliados por um júri internacional que incluiu elementos de 10 países de três continentes, entre jornalistas, professores universitários, empresários e dirigentes associativos, peritos em marketing, cinema e televisão.

Com a duração de cerca de três minutos, o filme do Gerês-Xerês, com coprodução da ADERE- PG e realizado por Martin Dale, mostra a singularidade das paisagens, a fauna e a flora do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), em Portugal, e do Parque Natural Baixa Limia Serra do Xurés (PNBLSX), na Galiza; espaços que integram o Parque Transfronteiriço Gerês/Xurés e a Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês/Xurés.

O filme insere-se no projeto Valor Gerês-Xurés, um projeto de cooperação transfronteiriça, cofinanciado pelo programa POCTEP, que visa o desenvolvimento de um modelo de gestão integrado das Portas do PNPG e do PNBLSX. O projeto tem como parceiros a CIM Alto Minho, que assume a função de chefe de fila, os municípios de Arcos de Valdevez, Melgaço, Ponte da Barca e Terras de Bouro, o Ecomuseu do Barroso, a ARDAL (Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima), a IN.Cubo, a Deputación e o Ayuntamiento de Ourense.

Neste momento, o PNPG conta com 5 portas, nomeadamente, Lamas de Mouro (Melgaço), Mezio (Arcos de Valdevez), Lindoso (Ponte da Barca), Campo do Gerês (Terras de Bouro) e Paradela (Montalegre), cada uma com a sua temática específica. O objetivo é alargar e transferir o conceito ao PNBLSX, designadamente nos concelhos de Bande, Calvos de Radín, Entrimo, Lobeira, Lobios e Muiños, criando-se uma rede de onze Portas, que contribuam para a dignificação da imagem do Parque e para o desenvolvimento sustentável deste território.

O filme pode ser visualizado em http://www.youtube.com/watch?v=8KOzLpU3rPE.



Os nossos sites