Sábado 07 de Dezembro, 2019
pesquisa
# # # # # # # # # #
#
Destaques
Apresentações dos oradores disponíveis aqui.
Newsletter
Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu e-mail.
Área reservada |
Notícias



Educação para o Empreendedorismo: Projeto do Alto Minho selecionado como “estudo de caso” pela OCDE


O projeto-piloto de educação para o empreendedorismo no Alto Minho, desenvolvido em parceria pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e pelo Centro Educativo Alice Nabeiro - Associação Coração Delta, foi o único projeto português selecionado pela OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico - no âmbito do Entrepreneurship 360, para ser apresentado como “estudo de caso”.

Considerado um dos vinte projetos mais inspiradores, de entre mais de uma centena de propostas, a par de outros exemplos internacionais de boas práticas de países como a Alemanha, Grécia, Itália, Espanha, Holanda, Inglaterra e Finlândia, este projeto do Alto Minho foi objeto de uma candidatura apresentada em abril passado, em resposta ao desafio lançado pela OCDE. O objetivo era recolher e identificar um grande número de boas práticas no que respeita a “fomentar a mentalidade empreendedora nas escolas básicas, secundárias e formação profissional”. Os resultados gerais do concurso podem ser consultados na página: http://www.oecd.org/site/entrepreneurship360/home/articles/callforcasestudiesresults.htm.

A CIM Alto Minho e o IPVC vão, agora, detalhar este projeto para ser apresentado como “estudo de caso”, em Potsdam, Alemanha, entre 3 e 6 de novembro próximo, onde se realizará um seminário internacional.

Recorde-se que este projeto-piloto foi dinamizado junto de 15 turmas de diferentes agrupamentos de sete municípios do Alto Minho, envolvendo cerca de 350 alunos, visando a promoção de competências e atitudes empreendedoras desde os primeiros anos da escolaridade obrigatória, abrangendo crianças dos 3 aos 12 anos. Ou seja, pretendeu-se fomentar a apropriação social do espírito e cultura empreendedora nos três primeiros níveis de ensino (pré-escolar, 1º e 2º ciclos), através da criação de ambientes de aprendizagem motivadores, gratificantes e exigentes que promovessem o espírito de iniciativa, a capacidade de gerar e aplicar ideias e uma maior criatividade e autoconfiança, reforçando estes elementos em todos os currículos e áreas de estudo.

Este processo de saudável colaboração interinstitucional materializou-se mesmo na celebração de um protocolo entre a CIM Alto Minho, o IPVC e o Centro Educativo Alice Nabeiro - Associação Coração Delta, visando articular a ação das três instituições na promoção do empreendedorismo nas escolas do Alto Minho.

A dinamização deste projeto envolveu a realização de ações de benchmarking ao Centro Educativo Alice Nabeiro, em Campo Maior, para conhecer as atividades desenvolvidas por este Centro na área do empreendedorismo escolar; a formação acreditada de docentes de agrupamentos dos municípios do Alto Minho e da ESE/IPVC; a implementação do manual “Ter Ideias para Mudar o Mundo” em contexto escolar, que decorreu durante o ano letivo 2012/2013; a apresentação dos resultados num seminário final; e a realização da exposição “Perseguindo Sonhos", reunindo os trabalhos de crianças dos 3 aos 12 anos.

Salienta-se ainda o fato deste projeto ter sido considerado exemplo de boa prática pela Comissão Europeia e incluído na publicação organizada pela mesma Comissão intitulada “Entrepreneurship Education – A Guide for Educators” (Educação para o Empreendedorismo - Um Guia para Educadores).
No sentido de dar continuidade a esta iniciativa e de consolidar uma Rede de Escolas Empreendedoras no Alto Minho, a CIM Alto Minho entendeu integrar uma ação de “Educação para o Empreendedorismo” numa candidatura mais alargada – o Alto Minho INVEST, recentemente aprovada pela Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte.

Assim sendo e no âmbito desta candidatura da CIM, foi já realizada uma nova visita de trabalho ao Centro Educativo Alice Nabeiro, nos dias 16 e 17 de junho, de forma a enquadrar uma nova equipa no projeto e dar início ao processo de formação de docentes que irão integrar a segunda edição do projeto. De seguida, no dia 11 de julho, foi promovido o Atelier de Sensibilização “Prosseguindo caminho no empreendedorismo com crianças dos 3 aos 12 anos”, que constituiu o arranque da segunda edição do projeto, tendo por objetivo dar a conhecer o que foi realizado até ao momento e apresentar as ações a desenvolver no próximo ano letivo, salientando-se, em particular, a intenção de alargar a metodologia deste projeto-piloto a mais escolas do ensino pré-escolar e 1º e 2º ciclos do ensino básico, envolvendo 30 docentes e cerca de 750 alunos dos dez municípios do Alto Minho.



Os nossos sites